ver novamente

Inglaterra muito além de Londres

Confira sete destinos próximos à capital britânica que tornarão sua viagem ao Reino Unido ainda mais rica

Marie Fava, especial para o iG |

Conhecer a Inglaterra não se resume a visitar Londres. Apesar da capital inglesa reunir grande parte das atrações mais conhecidas do Reino Unido – incluindo a residência da rainha – a ilha oferece muito mais. Mesmo em passeios de poucas horas de estrada é possível expandir suas impressões e conhecimentos sobre a paisagem e a cultura do país. Confira algumas opções próximas a Londres que, certamente, enriquecerão ainda mais sua viagem.

1 – Liverpool, a terra dos Beatles

Foi na cidade portuária de Liverpool que surgiram os Beatles, banda que revolucionou a história do rock - Foto: Getty Images

Foi na cidade portuária de Liverpool que surgiram os Beatles, banda que revolucionou a história do rock – Foto: Getty Images

Foi na cidade portuária de Liverpool que surgiram os Beatles, banda que revolucionou a história do rock mundial. Não à toa, ali foi criado um museu dedicado aos quatro músicos mais influentes do Reino Unido, Paul McCartney, John Lennon, Ringo Starr e George Harrison. O The Beatles Story Museum registra todos os momentos da história musical do quarteto, com fotos, objetos originais e muita história.

Também é possível conhecer a casa onde Lennon passou a infância e adolescência, com os tios. A casa de Paul McCartney também está aberta para visitas guiadas. Mas ambas devem ser agendadas com antecedência pelo site http://www.nationaltrust.org.uk/main/w-vh/w-visits/w-findaplace/w-mendips/.

Não deixe de passar pela famosa Penny Lane, que deu título a uma das canções mais influentes do grupo, o Strawberry Fields, onde John Lennon costumava passar tardes e tardes sozinho, refletindo e o The Cavern Club, onde os Beatles se apresentaram pela primeira vez. O bar original foi demolido em 1973, mas uma réplica do espaço, com uma estátua de John Lennon na entrada, foi construída bem em frente ao local original, na Mathew Street, agitada rua de Liverpool.

A cidade, que foi capital cultural da Europa em 2008, também abriga uma unidade do Tate Museum, dedicado à arte contemporânea e o World Museum Liverpool.

De ônibus, a viagem de Londres a Liverpool demora em média seis horas, com passagens a partir de 10 libras pela National Express.

Serviço:
The Cavern Club
10 Mathew Street, L2 6RE

Tate Liverpool
Albert Dock, L3 4BB

World Museum
William Brown Street, L3 8EN


2 - Brighton, a praia colorida

Brighton é conhecida como a capital gay da Inglaterra - Foto: Getty Images

Brighton é conhecida como a capital gay da Inglaterra – Foto: Getty Images

Brighton é conhecida como a capital gay da Inglaterra, com boas opções de clubes noturnos e pubs (são mais de 300 bares, com diversas opções de “late night”, que fecham as portas apenas de manhã). A parada do orgulho GLBT ocorre no mês de agosto, durante o alto verão, com um grande festival de música, parque de diversões e comidas típicas.

Entre os estabelecimentos mais famosos está o Brighton Dome, onde a banda ABBA viu a carreira decolar, após vencer o concurso Eurovisão em 1974.

Além da vida noturna, vale um passeio à beira-mar, na praia de pedras, sem areia. No entanto, dificilmente será possível fazer um mergulho, pois a água é gelada o ano todo.

Aos menos agitados, vale a visita ao Museu de História Natural de Brighton, ao Museu do Brinquedo e ao Brighton Fishing Museum.

Brighton está a uma hora de trem da capital inglesa, Londres, com tíquetes disponíveis por até menos de 10 libras, se comprados com antecedência nas estações de trem e metrô de Victoria e London Bridge.

Serviço:
Brighton Dome
12A Pavilion Buildings, BN1 1EE

Brighton Fishing Museum
201 Kings Road Arches, BN1 1NB

Museu de História Natural de Brighton
194 Dyke Road, BN1 5AA

Museu do Brinquedo
52-55 Trafalgar Street, BN1 4EB

 

3 – Cambridge, cidade universitária

A cidade universitária abriga uma das mais renomadas instituições de ensino do mundo, a University of Cambridge - Foto: Getty Images

A cidade universitária abriga uma das mais renomadas instituições de ensino do mundo, a University of Cambridge – Foto: Getty Images

Basta um dia para conhecer toda a cidadezinha de Cambridge. Aconchegante e com prédios que lembram castelos e palácios medievais, a cidade universitária abriga uma das mais renomadas instituições de ensino do mundo, a University of Cambridge, que atrai anualmente milhares de jovens de todas as partes do mundo, embora seja também umas das mais concorridas e caras.

Os campi, cada um com um nome diferente, ficam espalhados e interligados pelo canal que foi transformado em rota de passeio de gôndola, ao estilo dos tours de Veneza. No centrinho aconchegante da cidade, diversos serviços são oferecidos para o passeio no rio Cam, que custam em média 15 libras por pessoa. Vale a pena se a ideia é relaxar e ver de perto a arquitetura histórica dos prédios que começaram a ser fundados em 1209, quando estudantes da concorrente Oxford estavam descontentes com o ensino e a recepção na também tradicional cidade universitária britânica. A faculdade mais antiga ficou pronta em 1284, chamada de Peterhouse.

São mais de 22 mil estudantes que passam o ano letivo na antiga cidade medieval. Portanto, se a ideia é cair na balada, as festas das universidades em repúblicas e bares são a melhor pedida.

Após o casamento real britânico, em 29 de abril de 2011, que uniu o príncipe William e Kate Middleton, o casal foi nomeado pela rainha Elizabeth II como duque e duquesa de Cambridge.

Cambridge está a cerca de 80 quilômetros a norte de Londres e é possível encontrar passagens de ônibus por menos de dez libras por pessoa, se comprada com antecedência pelo site da National Express.

Leia também: um passeio pela história de Oxford
4 – Blackpool, a cidade da diversão

A orla, chamada The Promenade, convida a experiências divertidas e descontraídas - Foto: Getty Images

A orla, chamada The Promenade, convida a experiências divertidas e descontraídas – Foto: Getty Images

Blackpool, na costa oeste da Inglaterra, é o tipo de cidade com opções de lazer para todas as idades. Com parque de diversões com a maior montanha-russa do Reino Unido, cassinos e casas de shows, a orla, chamada . Além disso, barraquinhas com ciganas que prometem a previsão do futuro também fazem parte dessa atmosfera alegre e psicodélica, com música ambiente 24 horas, luzes coloridas e lojas de doces e bugigangas.

As opções de hospedagens vão de hotéis cinco estrelas aos famosos Bed & Breakfast, de frente para a praia. No entanto, nada de areia. Para evitar as enchentes recorrentes, a prefeitura da cidade construiu paredões à beira mar, sendo o calçadão de concreto a melhor opção para curtir a brisa litorânea.

Uma réplica da Torre Eiffel é o marco central de Blackpool, podendo ser vista de todas as partes. Elevadores levam ao topo do monumento, proporcionando uma bela visão panorâmica do antigo vilarejo do século 18, na região de Lancashire. Bares, pubs e clubes noturnos agitam a noite.

Em agosto ocorre o Rebellion Festival, o maior festival de música punk de todo o mundo. Megaorganizado, o evento ocupa o Winter Gardens Opera House Theatre, reunindo os apaixonados por música e pela cultura punk tão peculiar do Reino Unido. Assim não se espante ao ver centenas de jovens de cabelo com corte moicano, jaqueta de couro com tachas, bebendo uma cerveja enquanto caminham pela orla. O estilo excêntrico faz parte da atmosfera única e envolvente de Blackpool, a pouco mais de 300 quilômetros de Londres.

Passagens de ônibus disponíveis na National Express por cerca de 15 libras, se compradas com antecedência.

Mais: Londres tradicional e elegante
5 – Cornualha, pescaria hospitaleira

A Cornualha preserva todas as características de sua fundação como vilarejo medieval - Foto: Getty Images

A Cornualha preserva todas as características de sua fundação como vilarejo medieval – Foto: Getty Images

O condado da Cornualha (Cornwall) fica no sudoeste da Inglaterra, há cerca de cinco horas de carro de Londres, e é uma das regiões visualmente mais bonitas de toda a ilha. Considerada uma das Seis Nações Celtas, a Cornualha preserva todas as características de sua fundação como vilarejo medieval, com muitas áreas verdes, mar azul cintilante, encosta de rochas e preservadas vilas de pescadores que recebem com muito bom humor os milhares de turistas que passam anualmente pela região.

É o destino perfeito para quem quer tranquilidade, além do contato direto com a cultura inglesa, já que a população local é majoritariamente nascida e crescida no Reino Unido.

Entre os passeios que merecem destaque estão os portos de Newlyn, Padstown e a bela enseada de Port Isaac. Não deixe de parar para comer em um dos bistrôs típicos da região. Peça uma empanada de Cornwall com bolo de açafrão, é a melhor pedida para tirar da cabeça a falsa ideia de que a culinária britânica está entre as piores do mundo.

Há ainda opções como a pequena costa de St. Ives, com trinta galerias de artes distintas, entre as quais uma unidade da Tate.

Serviço: 
Tate St Ives
Porthmeor Beach, TR26 1TG


6 – Seven Sisters, penhascos de “giz”

O nome (Sete Irmãs, na tradução literal) é uma metáfora às colinas que formam as encostas - Foto: Getty Images

O nome (Sete Irmãs, na tradução literal) é uma metáfora às colinas que formam as encostas – Foto: Getty Images

A costa de Seven Sisters está entre os cenários mais paradisíacos da Inglaterra, com paredões e penhascos branquinhos, como se fossem feitos de giz, paisagens de tirar o fôlego e mar azul cristalino, que se confunde com o céu no horizonte. , que, na realidade são oito e não sete.

Seven Sister é o destino perfeito para descansar os olhos do cenário cinza das cidades e praticar esportes como caminhadas radicais, pelas trilhas íngrimes das encostas de pedra, fazer ciclismo, birdwatching (observação guiada de pássaros típicos, comum no Reino Unido) e até tour fotográfico, já que paisagens paradisíacas não faltam na região.

Mais: Londres – Roteiro em 5 passos
7 – Bath, a Inglaterra romana

Banhos romanos fazem de Bath referência na Inglaterra - Foto: Getty Images

Banhos romanos fazem de Bath referência na Inglaterra – Foto: Getty Images

Situada a 119 km de Londres, às margens do rio Avon, Bath é um dos destinos mais impressionantes da Inglaterra. Fundada em 863 a.C. pelos celtas, a cidade tornou-se famosa após a ocupação romana, no início da Era Cristã, quando foram descoberta diversas fontes termais no subsolo do vilarejo. Desde então a construção dos Banhos Romanos (Bath significa banho, em inglês), que eram imensas piscinas públicas utilizadas como área de lazer e negócios, fez da cidade um ponto de referência no Reino Unido.

A Catedral de Bath (Bath Abbey) é o principal ponto turístico. O prédio, conhecido como Lanterna Oeste, fica no mesmo local onde antes havia uma igreja normanda. Visite a exposição no subsolo, que conta a história do cristianismo na região.

O Royal Crescent é o principal monumento da cidade, com cerca de trinta mansões projetadas em estilo tipicamente inglês, no formato de um semicírculo. A casa número 1 funciona como museu, decorado à moda vitoriana. O Bath Circus também merece atenção, com suas casinhas geminadas construídas em 1754, em formato de círculo.

No Fashion Museum pode-se encontrar a história da evolução das vestimentas inglesas desde o século 16. O tour Ghost Walks of Bath (partindo da Minerva Court 9, St Johns Road) percorre diversos locais da cidade onde, diz a lenda, foram palco de eventos fantasmagóricos. A Pulteney Bridge é a ponte mais importante. Por lá é possível fazer comprinhas de souvenires e artigos típicos.

Entre os diversos parques e jardins bem cuidados de Bath, estão o Royal Victoria Park e o Parade Gardens. Reserve ao menos dois dias para conhecer a charmosa cidade que fica a menos de uma hora de Londres (de trem) com calma.

Serviço: 
Bath Abbey
12 Kingston Buildings, BA1 1LT

Fashion Museum – Bath Assembly Rooms
Bennett St, BA1 2QH

No 1 Royal Crescent
1 Royal Crescent, BA1 2LR

Parade Gardens
Bath, BA1 1RG

Pulteney Bridge
Bath, BA2 4

Royal Victoria Park
Bath, BA1 2NQ

Escolha seu próximo destino

Notícias Relacionadas


iG Viagens no Facebook

Comentários (0)

Antes de escrever seu comentário, lembre-se:o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *